LuvPet
Carregando...

Seu cão tem medo de fogos: e agora?

Seu cão tem medo de fogos: e agora?
Por Adriana Gandolfi : Adestradora e Franqueada Cão Cidadão

É só ouvir o barulho que ele já corre para se esconder, fica triste e perde a vontade de brincar ou continuar alguma atividade? 

Nas festas de fim de ano, os cães podem ficar muito assustados com os barulhos, principalmente com fogos de artifício. Por isso, é importante manter alguns cuidados para garantir que eles não fiquem com medo. Existem algumas alternativas que podem auxiliar nesses casos, amenizando o sofrimento e ajudando a criar associações positivas para os cães.

Uma dica é permitir que eles tenham acesso a lugares que se sintam seguros, normalmente dentro de casa e em locais apertados parecidos com tocas, como embaixo de camas ou dentro dos armários. Caso o seu cãozinho escolha um desses lugares, é importante que você não tente tirá-lo de lá, pois isso só vai aumentar a ansiedade e o medo que ele sente. Fique atento e observe onde ele prefere ficar.

Caso o medo do seu cão seja em excesso, converse com seu veterinário de confiança e verifique a possibilidade de ser administrado um ansiolítico para ajudar.

Agir com naturalidade faz com que você passe confiança ao seu animal e o deixe seguro. Por instinto, os cães observam as nossas reações em diferentes situações e acabam, muitas vezes, por imitá-las. Então, ficar ansioso ou agitado só vai causar mais estresse ao seu bichinho.

Caso ele se anime, tente brincar com ele ou oferecer algum petisco gostoso.

Em situações neutras, acostume o pet aos poucos com o barulho. Coloque um áudio/vídeo de fogos em um volume baixo e vá recompensando enquanto ele ouve. Aos poucos, aumente o som e melhore a recompensa.

Em situações de extremo medo, o melhor é deixar o seu animal o mais confortável possível.

Desenvolvido por Masters Mx